Enxergar e ver...







Enxergar e ver...

Olhamos e vemos tantas maravilhas...
Paisagens que nos deixam sem fôlego....
Arquiteturas magistrais...
Cenários de pura beleza...
Tecnologias de outro mundo!
Somos capazes de ficar perdidos lendo um livro...
Ficar no computador por horas a fio...
Ver o filme que tanto esperamos...
O episódio da novela que adoramos!
Mas o que estamos enxergando?
Vemos a pessoa na rua ao relento...
Mas enxergamos o seu sofrimento?
Vemos crianças perambulando sem rumo...
Mas enxergamos o seu abandono?
Vemos o esforço do idoso para subir na condução...
Mas vemos a necessidade dele sentar-se durante a viagem?
A verdade é que o que vemos pode ser seletivo...
Apenas o que nos satisfaz.
Enxergar é mais difícil...
Doloroso...
Exige coragem e atitude participativa!
Que nem sempre estamos dispostos a encarar.
A sensibilidade encapsulada nos próprio interesses...
Impedem de enxergar a vida como o outro a experiência.
E isso faz toda a diferença!
Torna o mundo mais injusto...
Penoso para os que mais lutam!
Afasta a possibilidade de empatia...
Solidariedade...
Amabilidade.
As diferenças existem e tem propósitos maiores...
Mas cabe a nós enxergarmos o que podemos fazer para amenizar...
O que está ao nosso alcance...
Como podemos mudar o nosso entorno...
O que está em nossas mãos!
Ver é só uma parte da percepção...
Enxergar é entender que a visão vai além captação de impressões...
Ela é ativa...
Desdobra-se na capacidade de ir além da contemplação...
De agir em plena consciência...
Fazer...
Estender o sentido em uma ferramenta de transformação...
Servindo além da mera constatação dos fatos...
Agenciando ações que elevam o nível das espectativas convencionais...
Suplantando a inércia que entrava a evolução humana...
Dando o salto para tornar a existência uma experiência evolução comunal...
Tornado o indivíduo um Ser Universal...
Cônscio de sua responsabilidade coletiva...
Enxergando que o crescimento humanitário se faz na união de todos como parte de uma Teia Existencial.


DayseGhaya

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aldeia Global

Lavando a alma...

Somos feitos de quê?