Leveza...

Leveza...
Toque sutil da alma...
Leve como a carícia do vento.
Presente na plenitude da consciência...
Na pureza da atitude abnegada.
No olhar dos inocentes.
Na doação dos que, aparentemente, nada tem!
Na palavra que acalenta o sofredor...
Na alegria de quem já aprendeu a lição...
No beijo de quem experimentou a ausência...
Na música que nos faz reviver a felicidade...
Nas mãos que ofertam amor!
DayseGhaya

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aldeia Global

Lavando a alma...

Somos feitos de quê?